quinta-feira, 6 de maio de 2010

O que não se conta nas aulas de História!

Olá internautas!

Há muito tempo não compareço por aqui, é a falta de uma coisinha que parece que sumiu da vida de muitos de nós: o TEMPO!
Nunca pensei que lecionar em duas escolas exigiria de mim uma organização que nunca havia praticado. Parece bobagem, mas só o fato de direcionar minhas noites para planejar aulas de cada escola já me auxiliou muito.

Bem, mas hoje não apareci por aqui para contar o meu cotidiano e nem os problemas que a falta de tempo me ocasionam. Decidi, colocar aos poucos, fatos, eventos, histórias que geralmente não se conta nas salas de aula.

Não que isso não seja importante. Mas o fato de termos que cumprir com o planejamento nos bloqueia para conversar com os alunos assuntos interessantes, mas que infelizmente geralmente não são cobrados em vestibulares ou no ENEM.

Lendo reportagens de revistas especializadas em História, me deparei de um assunto que nunca havia comentado em sala: os romances medievais. Tratar de Idade Média, é um assunto para longas horas de estudo, se deixar por eles passamos o bimestre inteiro discutindo a respeito. Acho que por isso mesmo que esquecemos de contemplar os maravilhosos romances medievais: cavaleiros, donzelas, princesas, lendas. Tudo isso faz parte de um universo que só vemos em filmes.

Aqui vai um trechinho de uma das reportagens que li:

"Histórias de cavaleiro

As novelas de cavalaria, aventuras que exaltavam a defesa dos fracos e oprimidos e que vinham sempre recheadas de aventuras e histórias de amor, fizeram a fama do cavaleiro medieval que persiste até hoje. Com uma concepção de amor mais realista do que a literatura cortês, os contos de cavalaria foram também usados como um instrumento de doutrina da Igreja, que incentivava a idéia da busca pelo Graal sagrado, cálice que teria contido o sangue de Cristo após a crucificação – como a descrita nas várias narrativas do ciclo arturiano sobre a saga dos Cavaleiros da Távola Redonda. Em seu ápice heróico, estão as visões de cavaleiros baseadas na lenda de Tristão e Isolda, como a do alemão Gottfried von Strassburg, e o romance Lancelot, de Chrétien de Troyes, escrito no século 12. O crepúsculo da cavalaria, porém, não deixou de ser registrado pelasletras. Don Quixote de La Mancha, do espanhol Miguel de Cervantes, retrata com uma pontinha nostálgica o que restara do cavaleiro andante no século 16: uma figura heróica com algo de patético que perseguia moinhos acreditando serem esses dragões." http://historia.abril.com.br/guerra/cavaleiro-medieval-434424.shtml


Apaixonante não é?

A vontade que sinto é de sair lendo todas as histórias medievais...ou... criar um maravilhoso projeto de representação teatral a respeito desse envolvente assunto.....

terça-feira, 16 de março de 2010

Revirando meus documentos

O primeiro post decente tem q ser sobre um assunto interessante.
Revirando tudo o que tenho de arquivo, encontrei vários videos a respeito da 2º guerra mundial.
O melhor é que esse tema possui um arsenal de documentos históricos incriveis, a cada ano sempre sai uma revista, uma coleção de dvds, livros especializados sobre o acontecimento.

Bem dentre vários que possuo dê uma olhada nesse aqui;



video

Incrivel não é??
Não é preciso entender alemão para perceber o poder de persuasão que ele possuia,
tanto que colocou uma nação inteira na guerra.

E aí gostaram??
bjocas


Estreia!

Estreia é sempre estreia!

Nervosismo sempre, por que?
Por pensar, será que vão gostar??
Esto fazendo tudo certo?
Vou ser processada pelo que escrevi? rsrsrsrs
Isso é brincadeira é claro!!

Bem, o que uma pessoa como eu, que só tem 3 escolas para lecionar, um site para administrar, 2 emais, um twitter, um orkut, um msn e um blog está fazendo por aqui criando mais um blog??

Ah!! Fora o fato das responsabilidades extras: mulher, esposa, dona de casa, dona de dois cachorros, tia de 19 sobrinhos, 2 irmãos que moram longe, e por aí vai.

Então, voltando a pergunta anterior: o que uma pessoa como eu está querendo com mais um blog?

Pensei em criar este blog, há um bom tempo. O objetivo é atender às dúvidas dos meus alunos do Ensino Médio, tanto nas áreas de Geografia como também em História.
Minha intenção é disponibilizar materiais extras e também postar os trabalhos maravilhosos que esses adolescentes fazem.
E como eu adoro eles, uma criatividade, uma disposição para coisas novas, uma habilidade com os novos meios tecnologicos que me deixa pasma. É claro que muitos disperdiçam tudo isso. Mas o pouco que aproveita faz com que eu fique apaixonada cada vez mais pela minha profissão.
Louca eu por gostar de lecionar???
Louco é quem está na profissão e não percebe a beleza que existe nela. Claro que existe aqueles pequenos obstaculos: salário horrivel, valorização quase zero, estrutura precária, ,utas, greves, passeatas, enfim, o que muita gente conhece. Aqueles que não conhecem, podem ter certeza que irão conhecer.

Com esse blog, espero estar mais perto das duvidas, curiosidades, chateações, reclamações, novidades, esperanças, tecnologias, etc. Tudo o que puder ser debatido, comentado, divertido.

Então;
Vamos ao primeiro post de verdade.

Beijão